Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Santana: PM surpreende bando faccionado e um elemento morre em confronto

Adriel Ferreira Lobato, de 20 anos, morreu no início da madrugada deste domingo, 17, durante uma intervenção policial no município de Santana, no Amapá.

O major Wendel Gonçalves, do 2° Batalhão da Polícia Militar, contou que as equipes do Falcão Motos executavam diligências pela Operação Hórus na cidade, quando por meio de uma denúncia anônima tomaram conhecimento que diversos infratores estariam reunidos em uma residência na passarela D, no bairro Nova União, orquestrando um ataque a membros de uma facção criminosa rival.

O denunciante garantiu, ainda, que o bando foi responsável pelo assassinato de uma pessoa no último dia 14, no bairro Remédios II.

De posse das informações, os militares, com o apoio de outras unidades, foram para o local averiguar. Assim que adentraram a área de pontes, segundo o oficial, eles visualizaram um suspeito com uma arma de fogo na mão, e logo foram surpreendidos com disparos efetuados pelo mesmo. Em seguida, o elemento correu em direção a uma casa onde seus comparsas estavam.

“Quando entramos, pelo menos três deles estavam pulando no lago pela porta dos fundos. Prontamente, nós também pulamos na área de ressaca no intuito de capturá-los, porém, mais uma vez fomos surpreendidos com tiros em nossa direção. Tivemos que agir e, em legítima defesa, fizemos o revide proporcional necessário”, destacou o major.

Na troca de tiros, Adriel foi alvejado e mesmo sendo solicitado o socorro médico, o criminoso não resistiu. Em posse dele foi encontrado um revólver calibre 38 com quatro munições deflagradas e duas percutidas.

Durante a busca domiciliar, os agentes encontraram uma bolsa contendo diversas porções de substâncias entorpecentes, mais munições intactas e um telefone celular.

No aparelho foram encontradas conversas, via whatsapp, onde Adriel aparece trocando mensagens com um sujeito de pré-nome “MT Oliveira”, que garante ter praticado, pelos menos, doze homicídios.

O material apreendido foi apresentado no Ciosp de Santana e deverá ser analisado pela Polícia Civil (PC).

Adriel já tinha passagens pela penitência por de tráfico de drogas. Atualmente, estava respondendo pelo crime em liberdade.

Na região onde o confronto aconteceu, várias residências estavam vazias. A PM tomou conhecimento que a organizacionação que Adriel integrava, tinha expulsado moradores para fazer dos imóveis, bases da facção.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias