Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Porto Grande: Chefe do tráfico morre em troca de tiros com a ROTAM

Na manha deste sábado (17), dois criminosos morreram em troca de tiros com uma equipe da Ronda Ostensiva Tática Motorizada (Rotam) do Bope. O confronto aconteceu na cidade de Porto Grande, a cerca de 110 quilômetros da sede de Macapá.


Um dos indivíduos foi identificado como Roney da Silva Magalhães, de 31 anos, investigado pela autoria de um homicídio e pela prática de tráfico de entorpecentes.


De acordo com informações, os policiais militares foram para o município dar apoio à Polícia Civil (PC), e cumprir um mandado de busca e apreensão no local onde Roney estava homiziado.
Agentes da delegacia de Porto Grande, chefiados pelo delegado Aldarlon Oliveira, haviam recebido denúncias de populares, dias atrás, dando conta que o criminoso estava residindo em uma casa localizada em uma estrada de terra, na área rural do bairro Nova Esperança, e estaria liderando a comercialização de drogas na cidade.


Os agentes foram fazer o reconhecimento e levantamento fotográfico do local apontado pelos denunciantes e avistaram o veículo – Volkswagen Gol, de cor vermelha, placa NEL 0899 – que vinha sendo usado pelo suspeito.


O intuito da equipe, segundo o comandante da Rotam, capitão Alvarez, era dar apoio à Polícia Civil no cumprimento da ordem judicial que havia para a residência do indivíduo. Porém, quando chegaram ao local, os policiais visualizaram vários elementos na frente da casa. Quando percebeu a presença da guarnição um deles se evadiu e dois adentraram o imóvel.


“Foi feito o cerco na residência e quando tentamos entrar na casa, fomos surpreendidos com disparos vindo do interior do imóvel. Teve início, nesse momento, uma troca de tiros e nós conseguimos neutralizar os indivíduos”, disse o capitão.


Segundo informações policiais, Roney era conhecido na cidade de Porto Grande e pertencia a uma organização criminosa. Ele seria o principal responsável pelo abastecimento de drogas no município e acusado de vários roubos. O comparsa dele que também morreu na intervenção não foi identificado.
Com os criminosos foram apreendidas duas armas de fogo, sendo uma pistola calibre 380 e um revólver calibre 38.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias

CNJ afasta magistrado do Amapá

O ministro Luis Felipe Salomão, corregedor Nacional de Justiça, determinou o afastamento cautelar do juiz da vara de Execuções Penais de Macapá/AP, João Teixeira de

Leia Mais »