Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Policial Penal acusada de abusar sexualmente do filho vai responder em liberdade

A Justiça decidiu durante a audiência de custódia virtual, ocorrida na tarde desta segunda-feira (8), que a policial penal de 31 anos, acusada de ter abusado sexualmente do próprio filho, irá responder em liberdade.

A determinação foi do juiz Fábio Gurgel Amaral, da Comarca do município de Ferreira Gomes, que expediu o alvará de soltura da agente.

A mulher terá que cumprir algumas condições como: manter o endereço e o telefone atualizados, comparecer em juízo sempre que intimada, além de não poder ter contato com a criança.

Caso descumpra algumas das medidas, a policial poderá ter a prisão preventiva decretada.

O caso

A policial penal foi presa e autuada em flagrante neste domingo (7), após ter sido acusação de estupro de vulnerável, onde a vítima teria sido o próprio filho, um menino de apenas 7 anos de idade.

Segundo informações, ela participava de uma festa no distrito do Curicaca, em Itaubal, e após consumo de bebida alcoólica, se deitou para dormir com o garoto, na casa de uma amiga.

A testemunha, amiga da acusada, estava em outra cama, no mesmo quarto, quando pela madrugada ouviu sussurros e barulho de beijos, decidiu acender a lanterna do telefone celular e flagrou o menino em cima da mãe. Ambos estavam nus e se beijando, de acordo com a denunciante, que acionou Polícia Militar (PM).

Depois de apresentada no Ciosp do Pacoval, onde foi ouvida e autuada, a servidora do Iapen foi levada para o Complexo Feminino, onde passou a noite.

Para a polícia, a acusada disse que não se lembra do ocorrido. O menino está sob os cuidados do pai.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias