Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Criminoso morre depois de furar barreira policial no Macapaba

Wilguener Pantoja Sarges, de 20 anos, morreu na noite desta terça-feira (16), depois de trocar de tiros com uma equipe do Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro) do Bope.

O confronto aconteceu por volta das 22h no Conjunto Habitacional Macapaba, na zona norte de Macapá. Segundo informações, a Polícia Militar foi acionada por volta das 20h pata atender uma ocorrência, onde um mototaxista teve seu veículo roubado.

A vítima contou que foi solicitada por volta das 20h para uma corrida e pegou o passageiro no bairro Universidade, zona sul da cidade. Ao chegar ao destino, no bairro Morada das Palmeiras, na zona norte da cidade, foi rendida pelo criminoso. O mesmo sacou uma armar de fogo e subtraiu a moto do mesmo.

Na ação, o bandido teve a ajuda de um comparsa que já o aguardava no local. O mototaxista detalhou, também, que o assaltante usava uma tornozeleira eletrônica.

Os policiais passaram a fazer diligências na região e montaram uma barreira na entrada do habitacional, onde avistaram a moto sendo conduzida por um indivíduo com as mesmas características repassadas, inclusive com uma tornozeleira eletrônica na perna esquerda.

Ainda segundo informações, foi dada ordem de parada, porém o suspeito não obedeceu e fugiu. Houve perseguição e quando o mesmo chegou nas proximidades do Ciosp, começou a atirar contra os militares, que revidara. No tiroteio, Wilguener que tinha passagem pela penitenciária pelos crimes de roubo e tráfico de drogas, foi baleado. Ele morreu antes que pudesse ser socorrido pelo Samu.

Atualmente ele cumpria pena em regime aberto condicional e era monitorado. O criminoso foi reconhecido pela vítima do assalto.

Ao término da perícia e remoção do corpo, a arma usada por ele foi apresentada no Ciosp do Pacoval.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias