Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Chega ao fim a saga de “Bola de Fogo”, um dos mais temidos bandidos de Macapá


Cássio Ribeiro Coelho, de 21 anos de idade, teve sua carreira criminosa encerrada na noite desta segunda-feira (24). “Bola de Fogo”, como era conhecido, foi uma das vítimas do ataque ocorrido na cidade de Santana, e morreu após ser baleado no abdômen e nas costas. O bandido chegou a ser socorrido e levado em um carro particular para o Hospital de Emergências (HE) daquele município, onde passou por procedimento cirúrgico, mas não resistiu.

Bola de Fogo era um velho conhecido da polícia e iniciou na vida do crime quando ainda era adolescente. Em sua ficha, ele colecionava delitos como tráfico de drogas, organização criminosa, roubos, homicídios e latrocínio. Atualmente, cumpria pena em regime aberto domiciliar.

Uma de suas ações criminosas que ganhou bastante repercussão no Estado e causou comoção social, aconteceu em agosto de 2019, quando era menor de idade. Ele e quatro comparsas invadiram um minibox, localizado na avenida Ivaldo Veras, na zona sul de Macapá, para assaltar. O bando acabou matando o proprietário, Arlindo Soares, que tinha 42 anos. Antes de ser executada com um tiro na cabeça, efetuado por Bola de Fogo, a vítima foi torturada com golpes de faca porque tinha pouco dinheiro em caixa.

No mesmo dia, o criminoso trocou tiros com membros de uma facção rival a sua e foi ferido. Bola de Fogo ficou internado no HE e depois foi transferido para o Centro Sócio- Educativo de Internação (Cesein).

Enquanto esteve cumprindo medida sócio-educativa, o bandido sofreu outra tentativa de morte. Ele foi atacado por quatro internos, que lhe desferiram mais de 40 estocadas. Mesmo diante da gravidade dos ferimentos, Bola de Fogo sobreviveu.

Em julho de 2020, o criminoso sofreu a terceira tentativa de homicídio. Na época, dois atiradores invadiram a casa dele, em uma área de pontes do bairro Jardim Marco Zero – zona sul da capital amapaense -, e dispararam contra o mesmo. Bola de Fogo foi atingido cinco vezes, porém, escapou novamente da morte.

Cinco meses depois, ele foi preso pela Polícia Civil (PC), na cidade de Santana, juntamente com outros dois elementos, acusados de terem envolvimento em quatro homicídios. De posse do trio foram encontrados dois revólveres.

Bola de Fogo estava sendo investigado na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe). Ele era acusado de ter participado da morte de um jovem de 21 anos de idade, em dezembro do ano passado. A vítima, Adayson Abnael da Silva Lemos, foi executada em via pública, no bairro Buritizal, também na zona sul da cidade de Macapá. Câmeras de segurança gravaram o momento em que os assassinos de Adayson fugiram em um carro de cor vermelha.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias