Adolescente faccionado é morto em confronto com as Forças de Segurança no Novo Horizonte

Durante diligências das investigações sobre o ataque ocorrido dentro de uma igreja evangélica no último domingo (9), na cidade de Santana, que deixou uma pessoa morta e outra três feridas, entras elas uma menina de 3 anos que segue internada na UTI, equipes da Coordenadoria de Inteligência e Operações (Ciop) da Sejusp, da Delegacia Especializada em Tóxico e Entorpecentes (DETE) e do Grupamento Tático Aéreo (GTA), foram recebidos a tiros por um criminoso, na Zona Norte de Macapá.

De acordo com o delegado Estéfano Santos, titular da DETE, enquanto faziam os levantamentos para apurar o caso, os agentes receberam a informação de que em uma área de passarela, conhecida como ponte do CT, no bairro Novo Horizonte, um indivíduo, portanto arma de fogo em via pública, estava ameaçando e amedrontando a população.

Quando chegaram no local indicado, os policiais avistaram o suspeito que, assim que percebeu a aproximação dos mesmos, correu em direção a uma casa.

“Logo que ele adentrou o imóvel, os policiais fizeram o acompanhamento tático, mas esse elemento apontou a arma em direção a equipe e para evitar aquela injusta agressão, os agentes revidaram e iniciou o confronto, que culminou com a morte do suspeito”, explicou o delegado.

Ainda de acordo com autoridade policial, Gabriel Leal da Silva, o “Calcinha”, que tinha 16 anos de idade, estava com um revólver em punho e outra arma de fabricação caseira na cintura. Após a constatação do óbito dele, pelos médicos do Samu, foi feita uma minuciosa varredura na residência e mais duas armas de fogo foram encontradas. Nas buscas, os agentes também encontraram munições, porções grandes de drogas, balança de precisão e dinheiro.

“A suspeita é de que esse indivíduo, mesmo com a pouca idade, não só guardava as armas que eram usadas nos confrontos entre as facções, como também atuava na prática de homicídios e no tráfico de entorpecentes”, disse Estéfano.

O titular da DETE contou que outros materiais e objetos apreendidos serão analisados pelos investigadores. A polícia quer descobrir, através da extração de dados, se Gabriel tinha ligação com o fato ocorrido há dois dias em Santana.

“A inteligência da Sejusp reportou que esse indivíduo estaria envolvido nesse crime. Ele seria integrante da facção que fez esse ataque. Ainda é cedo pra afirmar se ele teve participação diretamente no caso. Mas, tudo o que foi apreendido será periciado e iremos averiguar se essas armas foram utilizadas em execuções”, finalizou.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias

PSB segue com Furlan em Macapá

O advogado Juliano Del Castilho assumiu nesta sexta-feira (01) a titularidade da Secretaria Municipal de Agricultura do município de Macapá. Juliano é filiado ao PSB/AP

Leia Mais »