Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Polícia descobre plano e evita assalto de grande quantia em Macapá

Na tarde desta sexta-feira (2), a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado no Amapá (FICCO/AP) deflagrou a operação “Sem saída”, e cumpriu nove mandados de busca e apreensão na capital do Amapá, sendo um no bairro Santa Rita, um no bairro Buritizal, três no bairro Cabralzinho, e outros nos bairros Novo Buritizal e Terra Nova.


A ação teve início após a polícia descobrir um plano para roubar um funcionário do sindicato dos servidores federais, que realizaria um saque de grande valor para o sindicato, em uma agência na região central da cidade.


Um suspeito teria repassado a notícia do saque para um grupo de pessoas, conhecidas por praticarem assaltos na capital amapaense. Há indícios de que os investigados, então, esquematizaram uma organização para planejamento da ação criminosa. Após a divisão de tarefas, algumas delas ficariam responsáveis pelo monitoramento das ações da vítima e por passar informações privilegiadas aos demais; uma outra seria a financiadora de todo o esquema; e haveriam, ainda, aqueles que fariam o roubo, na data do saque.


Durante o cumprimento de um dos mandados, policiais do Batalhão de Operações Especiais da PM do Amapá (BOPE) abordaram um investigado no momento em que este estaria saindo para a execução do assalto. Com ele foram encontrados uma arma de fogo, que provavelmente seria utilizada no assalto, e um veículo roubado, que poderia ser utilizado no momento da fuga.
Caso os delitos sejam comprovados, os indivíduos abordados podem responder pelos crimes de integrar organização criminosa e roubo, podendo pegar 18 anos de reclusão, mais pagamento de multa. Fazem parte da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado no Amapá (FICCO/AP) a PF, PRF, PM, PC, IAPEN e SEJUSP.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias