Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

“Fui vítima de agressão física e psicológica por 10 meses”, diz mulher que incendiou casa

A equipe do SDB News ouviu com exclusividade Rosiane Lopes de Oliveira, 21 anos, acusada de incendiar a casa do ex-marido na noite da última terça-feira (15) na bairro do Buritizal em Macapá. Rosiane foi presa em flagrante, levada ao Ciosp e encaminhada para audiência de custódia, onde recebeu liberdade condicional.

Muita emocianda, Rosiane contou à nossa reportagem detalhes de uma relação abusiva que mantinha com o empresário de som automotivo Elton Teixeira, de 39 anos. “Conheci ele em uma viagem com amigos a Ferreira Gomes há um ano. Cerca de dois meses após o início do namoro começaram as agressões e ameaças psicológicas. Eu já morava com ele e sempre que ia visitar minha mãe e ele perguntava sobre marcas no meu corpo e eu mudava de assunto”.

Segundo Rosiane o ex-marido andava armado e mantinha com frequência um comportamento abusivo “Na frente dos amigos ele agia de uma forma diferente, me tratava bem, mas quando chegava em casa ele era agressivo, me batia. Eu vivia com medo. Mas não contava nada pra ninguém pois tinha medo”

No dia do incêndio, terça-feira (12), dia do apagão de energia elétrica nacional, Rosiane conta que Elton foi ao sítio com os amigos. No dia anterior ela relata ter tido uma discussão após descobrir uma suposta traição. “Ele me bateu e me expulsou de casa. Trancou o portão, saiu e me deixou pro lado de fora. Foi então que eu pulei o muro. Precisava pegar minhas coisas, meus documentos. Foi então que perdi a razão, estava com raiva. Comecei a quebrar as coisas dele. Ventialdor, televisão, whisky. Peguei um isqueiro e queimei uma roupa que havia dado a ele. Após isso pulei o muro novamente e fui embora”. “Eu realmente não vi a casa pegando fogo. Jamais faria algo tão grave assim de forma proposital apesar da forte emoção” completou.

Rosiane que tem uma filha de 7 anos, fruto de outro relacionamento, se diz arrpendimento mas não planeja voltar com Elton “Eu fui na delegacia de Mulheres, registrei boletim e pedi uma medida protetiva que está em análise. Hoje em só quero paz. Quero cuidar da minha saúde mental. Estou sendo julgado por todos mas só eu sei o que eu passava dentro de uma relação abusiva”

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias

PL vai com Furlan em Macapá

O atual prefeito de Macapá, Antônio Furlan, anunciou em suas redes sociais que o Partido Liberal, atual sigla do ex-presidente Jair Bolsonaro, estará em seu

Leia Mais »