Quatro morrem em confronto com a Rotam após sequestro de motorista de aplicativo

No fim da noite desta quarta-feira (19), quatro elementos morreram em troca de tiros com uma equipe da Ronda Ostensiva Tática Motorizada (Rotam), do Bope, na zona norte de Macapá.

De acordo com informações, o confronto se deu após os criminosos renderem e sequestrarem um motorista de aplicativo no Conjunto Habitacional Macapaba. A vítima, de 50 anos de idade, foi rendida por volta de 22h, amarrada nos pés e nas mãos, e colocada no chão do próprio carro.

A Polícia Militar (PM) foi acionada por uma testemunha que presenciou o sequestro. Ela informou que o homem seria executado pelo bando. O policiamento foi intensificado na região e o veículo com os suspeitos foi avistado próximo ao terminal rodoviário. Foi dada ordem de parada para o motorista, contudo, o mesmo decidiu fugir. Os comparsas dele, de acordo com a PM, passaram a efetuar disparos contra os militares.

Houve uma intensa troca de tiros até que o condutor perdeu o controle da direção do automóvel e bateu em uma árvore, localizada na rua Oséas Oliveira Pimentel, no bairro Renascer. Onde o confronto ocorreu.

A viatura da Rotam foi atingida com vários disparos, mas nenhum policial ficou ferido.
Os bandidos foram alvejados e não resistiram. O óbito foi confirmado pelo Samu. Dois deles foram identificados. Trata-se de Gabriel Garcia da Costa, de 21 anos, e Ronaldo Brito Ferreira Rodrigues, de 17. Os outros dois continuam sem identificação.

Outras unidades da Polícia Militar como o 2° batalhão e Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) deram apoio no isolamento do local e conter para familiares dos criminosos que estavam exaltados.

Com a chegada da Polícia Científica (Politec), foram encontrados com os indivíduos, quatro revólveres calibre 38 e cinquenta e cinco porções de substâncias entorpecentes. Foram recolhidas, também,  dezessete munições, do mesmo calibre, deflagradas e duas intactas.

A vítima teve ferimentos leves, provocados por estilhaços. Bastante abalado, o homem foi levado para o Hospital de Emergências (HE) por uma ambulância do Corpo de Bombeiros, para atendimento médico, em seguida foi liberado.

O material apreendido e a ocorrência foram apresentados no Ciosp do Pacoval.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias