Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Escola em Tartaugalzinho inicia as aulas após Cea Equatorial cumprir ordem judicial

Escola Maricleia Maciel, em Tartarugalzinho, inicia as aulas após decisão judicial

A Escola Municipal Maricleia Maciel, em Tartarugalzinho, iniciou as aulas nessa quinta-feira, 8, após decisão judicial que deu causa favorável à Prefeitura de Tartarugalzinho para ligação de energia, após recusa da Equatorial em ligar a energia do prédio escolar.

A empresa alegava que havia pendências técnicas e comerciais para a ligação. Devido à recusa, a Prefeitura de Tartarugalzinho entrou com ação judicial solicitando a ligação imediata. Em despacho o juiz Diogo Tanaka determinou à Cea Equatorial o prazo de até terça-feira (06) para solucionar o problema.

Na ùltima segunda-feira (05) o próprio juiz Diogo Tanaka, acompanhado de assessores, de técnicos da empresa e do prefeito Bruno Mineiro realizaram vistoria técnica no local. A vistoria faz parte da decisão judicial do TJAP que deu causa favorável à prefeitura para a ligação, sob pena de multa diária de R$ 1 mil.

“Os alunos estão felizes. Os professores. Toda a comunidade. A escola está entregue com toda a estrutura necessária para atender as crianças. Educação é prioridade. E eu agradeço a todos que ajudaram na solução do problema de energia.” declarou o prefeito Bruno Mineiro.

A escola Maricleia Maciel inicia o ano letivo com 320 alunos, dando suporte com 10 salas de aula climatizadas, sala de informática e sala de robótica.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias

PL vai com Furlan em Macapá

O atual prefeito de Macapá, Antônio Furlan, anunciou em suas redes sociais que o Partido Liberal, atual sigla do ex-presidente Jair Bolsonaro, estará em seu

Leia Mais »