Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Laranjal do Jari: PC apreende veículo envolvido em acidente com morte

A Polícia Civil (PC) do município de Laranjal do Jari deflagrou cumpriu um mandado de busca e apreensão na residência do motorista envolvido no acidente de trânsito ocorrido no último dia 20, que vitimou José Elias da Silva, de 54 anos, conhecido como “Pernambuco”.

De acordo com o delegado Romie Bradley, titular da unidade policial, o veículo estava escondido na garagem de uma residência, no bairro Castanheira.

“O carro modelo Corsa, de cor azul escuro, apresentava provas do envolvimento nessa ocorrência trágica que foi registrada no Vale do Jari no último fim de semana. O automóvel colidiu frontalmente com a vítima. O motorista fugiu do local sem prestar socorro. A vítima foi socorrida e levada em estado grave ao Hospital de Emergência e não resistiu, vindo a falecer na manhã do dia seguinte”, detalhou Bradley.

Ainda segundo o delegado, em análise realizada pela equipe de investigação nos vestígios encontrados no local, constatou-se fragmentos do veículo deixado por ocasião do acidente e, a partir disso, foi montado uma espécie de quebra-cabeça das características do carro envolvido.

“Tão logo ocorreu o crime, requisitei que a equipe de investigação realizasse todas as diligências possíveis para localizar o automóvel, assim como todos os envolvidos no caso. Equipes da investigação e plantonistas analisaram mais de vinte e cinco imagens de vídeos de monitoramento em diversas residências e estabelecimentos, para triangular o trajeto da fuga, logrando êxito na localização da casa onde o carro foi escondido. O fato gerou ampla repercussão e comoção na comunidade, visto que José Elias era muito querido no município. A operação “Pernambuco”, inclusive, foi batizada em sua memória, para que a sociedade esteja ciente que a Polícia Civil irá apurar todos os delitos e não deixará quaisquer tipos de crimes sem a devida resolução”, assegurou a autoridade policial.

Todos os envolvidos foram ouvidos. O autor dos fatos, em interrogatório, confessou que no evento do acidente estava sob efeito de álcool. Diante disso, a Romie Bradley irá representar pela prisão preventiva do acusado, o qual responderá por homicídio doloso.

O Inquérito Policial (IP) está sendo finalizado e será remetido ao Judiciário.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias