Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Após abordagem, homem armado tenta sequestrar motorista e acaba morto pelo Giro

Vinícius Caridade dos Santos, de 27 anos, o “Orelha”, morreu na tarde desta terça-feira (9), ao confrontar uma equipe do Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro), do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

A troca de tiros aconteceu na Rodovia Josmar Chaves Pinto, próximo ao Igarapé da Fortaleza, na zona sul de Macapá.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), a guarnição fazia patrulhamento pelo bairro Jardim Marco Zero e foi avisada por um popular, sobre um indivíduo armado que teria entrado em um carro de aplicativo, modelo Pálio, de cor prata. O homem repassou a placa do carro aos policiais o rumo para onde ele havia seguido. Os militares passaram a diligenciar até avistaram o automóvel.

O tenente Azevedo, comandante do Giro, disse que foi dada ordem de parada para que fosse feita a abordagem, mas nesse momento, Orelha, que estava no banco do passageiro, dianteiro, ordenou que o motorista do aplicativo não parasse e tentou agarrar o mesmo para fazê-lo refém. Mesmo sendo segurado pela camisa, o trabalhador de 48 anos conseguiu se soltar e pulou do veículo. O criminoso, então, saiu do carro disparando contra os militares que revidaram agressão.

Orelha foi alvejado e não resistiu. Ele morreu antes da chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A Politec Científica (Politec) foi acionada e durante a perícia encontrou várias porções de substâncias entorpecentes, prontas para serem comercializadas, no bolso da calça do bandido. A arma de fogo usada por ele, uma pistola, foi apreendida.

Orelha tinha passagem por roubo e porte ilegal de arma de foto. Ele tinha saído recentemente da penitenciária para responder pelos crimes em regime condicional.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias