Após briga em festa, equipe de seguranças ficam doze horas escondidos na mata

Uma pessoa morreu durante uma briga generalizada que ocorreu na madrugada de domingo (26), no município de Afuá, no Estado do Pará, em uma festa que acontecia na localidade de São Sebastião, no Rio Antonino.

A vítima foi identificada como José Eudo dos Santos Pastana, de 27 anos de idade.

Seguranças particulares da cidade de Macapá, que estavam de serviço no evento, foram acusados da morte de José Eudo. Revoltados com o fato, populares partiram para cima da equipe. Dois deles foram feridos com golpes de terçado no pescoço.

O grupo conseguiu fugir do ataque, correndo para a floresta, onde ficaram escondidos por quase doze horas, até a chegada de policiais civis e militares paraenses, que fizeram o resgate dos mesmos. Eles foram levados para atendimento médico na Unidade Básica de Saúde (UBS) local e depois foram conduzidos para delegacia.

A delegada Lenise Santos, da Polícia Civil do Pará, informou que uma mulher, suspeita das agressões aos seguranças, foi detida. No depoimento, ela confessou o crime. Sobre o homicídio, a autoridade policial disse que até o momento não foi feita a identificação do autor do crime.

“Essa mulher confessou a agressão aos seguranças. Já em relação ao assassinato, ouvimos várias pessoas e nenhuma delas indicou algum autor. Disseram que não viram nada. Vamos continuar investigando, apurando, para fazermos a identificação de autoria”, disse a delegada.

Por meio de mensagens via whatsapp, os seguranças disseram que não têm envolvimento com o assassinato de José Eudo. Eles disseram que apenas tentaram apartar a confusão.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias

PSB segue com Furlan em Macapá

O advogado Juliano Del Castilho assumiu nesta sexta-feira (01) a titularidade da Secretaria Municipal de Agricultura do município de Macapá. Juliano é filiado ao PSB/AP

Leia Mais »