Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Contador de 74 anos é assassinado no bairro do Muca

O contador Edmil Monteiro de Figueiredo, de 74 anos de idade, foi encontrado morto, na manhã desta quinta-feira (21), dentro da residência em que morava, localizada no cruzamento da avenida dos Tamoios com a rua Hamilton Silva, no bairro Muca, zona sul de Macapá. A polícia trabalha com a hipótese da vítima, que era contador, ter sofrido um latrocínio.

De acordo com informações, foram os vizinhos do idoso que acionaram a Polícia Militar (PM), depois que encontraram o portão da frente do casa aberto, e manchas de sangue espalhadas pela calçada.

Eles relataram que o contador costumava receber muitas visitas, e que na noite de ontem, por volta das 23h, chegaram a ouvir três disparos de arma de fogo.

Edmil foi encontrado sentado em uma cadeira, com uma perfuração próxima ao pescoço. Um cofre que tinha no imóvel segundo os policiais, estava aberto, porém, vazio. Não havia sinais de arrombamento, nem de luta corporal, mas os pertences da vítima estavam bagunçados.

Militares do 1° batalhão, ao comando do tenente Roberto Cirio, fizeram o isolamento da cena do crime, para que a perícia fosse realizada. A Polícia Científica do Amapá (PCA) recolheu as digitais que estavam espalhadas pelos cômodos.

Agentes da Delegacia de Homicídios, coordenados pelo delegado Ederson Martel, com o apoio do delegado titular do município de Serra do Navio, Walter Ferreira, que participa da Operação Paz, iniciaram as investigações coletando informações que possam ajudar na elucidação do caso.

“O que sabemos, até agora, é que este senhor mexia com valores, por isso, as investigações preliminares estão apontando para um possível roubo seguido de morte. Há muito sangue no interior da residência, no corredor e ao redor da casa também, inclusive, na rua de trás. O que indica um possível trajeto do autor, ou dos autores”, ponderou Ferreira.

Câmeras de segurança da casa e dos imóveis da redondeza devem auxiliar a polícia na identificação do criminoso.

“Estamos fazendo levantamento de todas as imagens do circuito se segurança espalhados na residência e pela região. Tudo será minuciosamente analisado”, garantiu o delegado Walter.

Populares disseram aos policiais que Edmil tinha uma arma de fogo em casa, no entanto, o objeto não foi encontrado.

Facebook
Twitter
Email
WhatsApp

Deixe um comentário

Outras Notícias

PL vai com Furlan em Macapá

O atual prefeito de Macapá, Antônio Furlan, anunciou em suas redes sociais que o Partido Liberal, atual sigla do ex-presidente Jair Bolsonaro, estará em seu

Leia Mais »